Hopi Hari: a viagem mais irada de São Paulo! Se você quer saber melhor o que esperar, a Heloisa Dall’Antônia, do blog Viaje na Viagem tem uma série de dicas para curtir todas as atrações. Não perca:

Confira também outras postagens: viajenaviagem.com

Fonte: Viaje Na Viagem

Idealizado como um país próprio, com língua, hino e presidente, o parque temático Hopi Hari foi inaugurado com muitas expectativas em 27 de novembro de 1999 no quilômetro 72 da Rodovia dos Bandeirantes. Neste trecho, a estrada funciona como divisa entre os municípios de Itupeva e Vinhedo — o Hopi Hari está na margem de Vinhedo. De carro, são 40 minutos desde a saída de São Paulo e apenas 20 minutos desde a saída de Campinas. Tendo como vizinho o Wet’n Wild e em frente a um outlet, o pedaço acabou ganhando o apelido de ‘Orlando brasileira’.

Vários problemas, contudo, comprometeram o funcionamento do parque. Dificuldades financeiras, acidentes e mudanças de gestores sucederam outros eventos que foram aumentando a distância entre Vinhedo e a Flórida.

como está Hopi Hari 2018

Em 2017, o Hopi Hari foi mais uma vez vendido, e acabou fechado por alguns meses, quando passou por reformas. Foi reaberto em agosto de 2017. Nesta nova fase, o parque funciona apenas às sextas, sábados, domingos e feriados (verifique sempre os dias no site oficial).

Visitamos o parque num domingo de dezembro. Mais de 90% das atrações do parque estavam funcionando (algumas, porém, só ‘abriam’ no início da tarde). De todo modo, era nítido o empenho dos simpáticos funcionários para fazer a experiência ser especial de novo.

Veja o que esperar de uma visita ao Hopi Hari em 2018:

  • Hopi Hari: estratégia de visita

Este é um ponto falho do parque. Nem todos os brinquedos começam a funcionar logo na abertura do parque. Plaquinhas indicam o horário em que as atrações ‘abrem’ — algumas delas, só no início da tarde.

Isso torna complicado montar um roteiro de caminhada (e, veja bem, são 760 mil m² a serem explorados, normalmente embaixo de muito sol, característica da região).

O negócio é eleger suas prioridades e, ao passar por elas, anotar o horário de abertura. Prepare-se para cruzar a área algumas vezes para conseguir aproveitar tudo.

O aplicativo

Aplicativo Hopi Hari

Outro ponto que merece a atenção dos novos gestores é o aplicativo do parque (procure por Hopi Hari na AppStore ou na Google Play). Hoje o app funciona apenas para a compra de ingressos e da vaga no estacionamento. Não traz, porém, informações básicas sobre as atrações, distância do usuário até determinados pontos e tempo previsto de cada fila.

A falta dessas informações prejudica o passeio. como nem tudo está aberto quando o visitante passa pelas fachadas (eventualmente ‘escondidas’) dos brinquedos, é fácil perder atrações simplesmente por não se ter notado que elas estavam ali.

  • Hopi Hari: as atrações

Kaminda Mundi

Kaminda Mundi, no Hopi Hari

A porta de entrada do Hopi Hari é o lar da Giranda Mundi, a roda-gigante de 44 metros de altura com gôndolas que permitem ver todo o terreno do parque e suas adjacências.

Elektron traz diversos jogos eletrônicos, entre arcades e outras máquinas de competição. É necessário comprar fichas à parte para brincar. Já o Jogakí di Kaminda, também pago à parte, traz os típicos jogos de circo para desafiarem os visitantes.

como está Hopi Hari 2018

La Tour Eiffel não está em funcionamento. Serve apenas como cenário para um palco para shows musicais.

Wild West

como está Hopi Hari 2018

Uma caprichada área tematizada como o Velho Oeste norte-americano.

como está Hopi Hari 2018

Este é o lar do Saloon, um prédio com mezanino onde acontece o show musical ‘O Forasteiro’. Dançarinos e cantores dividem o palco em um espetáculo em que há coreografia de lutas, muita música e até interação com a plateia. Os figurinos são caprichados, assim como a animação do elenco, que levanta o público. É possível, mas não obrigatório, comer durante o show (pedidos e pagamentos são feitos logo na entrada da atração).

como está Hopi Hari 2018

A mesma ‘rua’ do Saloon tem mais duas atrações. O West River Hotel é um trenzinho que leva a um passeio num hotel mal-assombrado. La Mina del Joe Sacramento usa como cenário a tal mina abandonada onde Joe encontrou a maior pepita de ouro já vista.

Para se molhar

como está Hopi Hari 2018

Também fazem parte da área as atrações que molham no parque. No Rio Bravo, uma embarcação em formato e bóia segue o percurso do rio, com direito a muitas curvas e giros no próprio eixo. Todo mundo tenha oportunidade de levar um banho.

No Spleshi, um carrinho em forma de tronco sobe uma estrutura e depois cai dentro de um pequeno túnel que tem e também espirra água. O percurso é bem mais curto, mas também serve como alívio para os dias quentes da região.

Evolution, no Hopi Hari

Evolution, clássico e delicioso brinquedo em que dez gôndolas são levantadas como que por um braço mecânico que faz com que elas girem verticalmente, também faz parte do Wild West.

Entusiastas dos pistoleiros mais rápidos do Velho Oeste também podem tentar a sorte no Namuskita, que oferece alvos para serem acertados.

Infantasia

Vista de Infantasia, no Hopi Hari

Esta é a área dedicada às crianças pequenas no Hopi Hari, inaugurada em 2012, tematizada com os personagens da Looney Tunes. Eu disse crianças pequenas? Os desenhos de Pernalonga, Patolino, Frajola, Gaguinho & cia. são tão caprichados e cheios de detalhes, que mesmo quem não tiver mais tamanho para andar nos brinquedos vai se surpreender com o cenário.

Cada atração é apresentada, na área de entrada, como se fossemo próximo take de um filme a ser gravado, com descrição e personagens envolvidos. (Algo assim, diga-se, faz falta no restante do parque, principalmente nas atrações fechadas).

Infantasia, no Hopi Hari

Aqui estão:

  • Giranda di Musik, um carrossel tradicional com cavalinhos
  • Lokolorê, que tem a estrutura das conhecidas xícaras malucas, mas é comandada por Taz rodopiando em latas de tinta
  • Trakitanas, um campo de provas cheio de locais pra escalar e brincar, comandado por Papa Léguas e o Coiote — e repleto de invenções das empresas ACME

Konfront e outros, no Hopi Hari

Marvin Konfront emula o conhecido carrossel do Dumbo — mas são naves do marciano, e não elefantes, que sobem e descem enquanto giram. Já o Levá i Tráztem vários veículos diferentes do Departamento de Transportes, capitaneado por Eufrazino, que andam por um pequeno trajeto em trilho.

Dispenkito da Vovó, no Hopi Hari

Dispenkito da Vovó, por sua vez, levanta (e depois despenca) com crianças sentadinhas numa espécie de banco (a altura é beeem pequena). Tudo parte de um plano de Frajola para conseguir alcançar Piu Piu.

Kastel di lendas, Hopi Hari

Kastel di Lendas é o bom e velho It’s a Small World do Magic Kingdom. Em um barquinho os visitantes passam por uma série de cenários com bonecos animados que mostram locais do Brasil, assim como figuras do folclore nacional. A musiquinha é animada e fica na cabeça mesmo depois do passeio terminar.

Shows do Looney Tunes

Show dos Looney Tunes no Hopi Hari

O Infantasia contém o teatro Klapi Klapi, onde acontece o The Looney Tunes Show. Na história, acompanhamos Pernalonga, Taz, Marvin, Frajola e Piu Piu gravarem suas cenas na produção que estão fazendo com o diretor Roger Williams, mas também sofrendo com as tentativas de Patolino de se tornar o astro da trama.

Chabum, do Hopi Hari

A área também conta com o Chabum, que não está funcionando, mas é um estúdio a céu aberto para a filmagem de efeitos especiais do Show dos Looney Tunes. Chuva, vento e névoa aparecem na atração.

Olá, leitores! Hoje nós separamos para vocês um artigo fantástico, escrito pela Arnaldo Rafael Borges do blog Rodando pelo Mundo. Ele fala sobre milhas aéreas, é um site especializado em conectar pessoas com excesso de milhas às pessoas precisando de viagens baratas. Vale a pena a leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *